03 dezembro 2010

Cavalo de Tróia... ou do Magreb



Quem fez este filme está absolutamente convencido de que a islamização em curso na Europa e na América do Norte, tipo cavalo de Tróia, é uma trágica fatalidade. Pessoalmente, não estou certo disso. Acho que eles vão adoptar muitos aspectos positivos da cultura ocidental o que facilitará a coexistência. E, provavelmente, nós também temos muito a aprender com eles. (Já nos aconteceu no passado, aliás. Embora, na altura, não tenha acabado nada bem...)

Se houver justiça social e equidade na distribuição da riqueza, com mais ou menos mesquitas, viveremos em paz. Essencialmente, é disso que ela depende. 
Há uns 25 anos, numa viagem de comboio, lembro de ter lido numa parede um grafitti que dizia: «Enquanto não houver justiça para os pobres, não haverá paz para os ricos.»

Acima de tudo, estou de acordo com quem afirma que a religião é uma forma de controlo social. E a religião Católica, não menos que a Islâmica, sempre foi muito competente nisso. Pergunto-me, se não será por isso que se refere aos seus seguidores como "o rebanho"...

«Call to action», Sr. narrador?! Do you mean truca-truca... para aumentar a população nativa? (E quem paga as contas, pá? Get real!)

2 comentários:

Rui Augusto disse...

A consciência da realidade é a solução.

A História da Sua Escravidão (The Story of Your Enslavement in Portuguese):
http://www.youtube.com/watch?v=-L6EKy7thrM

incitador@gmail.com disse...

Rui Augusto,
Já acrescentei o filme que indicou à minha lista de filmes bom como uma ligação à Freedomain Radio.
Obrigado.

O Curso do Crash

O Dr. Chris Martenson enuncia as suas três crenças: que a nossa sociedade irá sofrer mudanças radicais em breve; que essas mudanças poderão limitar a nossa capacidade de resposta; e que dispomos da tecnologia ou conhecimento necessários para construir um futuro melhor. Os próximos 20 anos serão muito diferentes dos últimos 20.



PS: Agora que alguém se deu ao (excelente!) trabalho de o traduzir, tornou-se ainda mais imprescindível.